(54) 3324-3666

Postagens da categoria:

Pecuária

Tempo de Leitura: 2 minutos.

Imagine ter na sua propriedade um sistema que realiza a mistura homogênea para rebanho,  e que além disso, possui o tempo de corte e mistura homogênea para rebanho mais rápido do Brasil. Com a Linha Turbomix da Agross, isso é possível.

Os vagões Turbomix são ideais para otimizar os rendimentos da sua propriedade, ou seja, além de contar com alta performance nutricional para pecuária, garante uma alimentação balanceada e adequada.

Neste artigo, vamos apresentar todas as características e benefícios deste implemento que vem revolucionando a nutrição bovina no Brasil.

Linha Turbomix: entenda sua função e benefícios

Vídeo apresentando o vagão turbomix.

O sistema Turbomix trabalha com qualquer tipo de volumoso. Ou seja, seus vagões são capazes de picar e misturar qualquer tipo de volumoso de forma simples e eficiente, não importa qual seja a dureza da fibra de forragem.

Além de otimizar a qualidade nutricional do seu rebanho, ele utiliza menos RPM do trator e ainda reduz a emissão de gases poluentes.

Confira seus principais diferenciais:

  • Trabalha tanto com fibra curta, quanto com fibra longa (fenos e pré-secados)
  • Mexedor interno desenvolvido para gerar uma mistura homogênea
  • Fornecimento de uma alimentação balanceada e adequada
  • Resultado uniforme e homogêneo, mesmo em terrenos irregulares
  • Fácil sistema de descarga, que não deixa restos e não prejudica a dieta total
  • Todos os modelos têm opcionais sem a fresa

Na prática, como funciona o vagão Turbomix da Agross e como consegue melhorar a produção leiteira?

O Turbomix é uma linha de equipamentos para pecuária de leite fantástica, que garante mais qualidade operacional e ruminal, proporcionando um aumento da produtividade do leite e na saúde dos animais.

Conheça a experiência da propriedade Hammes

Davi e Djakson da propriedade Hammes, confirma na prática os benefícios do equipamento:

“Facilitou bastante o manejo com o vagão da Agross, o aplicativo foi uma escolha muito inovadora, e não conhecia nenhuma outra máquina com esse sistema que funciona muito bem, tem uma precisão melhor no trato, consegue fazer a dieta por kg por vaca, facilitando bastante pra saber exatamente o que precisa carregar”

Eles também afirmam: “Facilita bastante para carregar, consegue subir, baixar e recuar a fresa. A máquina sensacional com estrutura forte e vai ajudar bastante em nossa propriedade. Agradecemos a Agross por ter desenvolvido esse vagão e ter melhorado

a nossa produção leiteira”

Viu porque o vagão Turbomix pode ser a sua melhor resposta de como aumentar a produção de leite em vacas

Peça o seu orçamento e aproveite para saber mais sobre os diferenciais do equipamento!

25 de março de 2024
Tempo de Leitura: 4 minutos.

A fase de recria de bovinos de corte é uma das mais importantes de todo o manejo produtivo. Situada entre as etapas de cria e engorda, ela é essencial para que o gado se desenvolva e expresse ao máximo seu potencial genético.

Realizar esse estágio corretamente é essencial para maximizar o retorno financeiro e qualitativo na pecuária. Contudo, muitos produtores ainda não dão a devida atenção à sua importância e nem conhecem suas boas práticas.   

Mesmo que esse não seja o seu caso, vale a pena reforçar as particularidades sobre a recria e conhecer as principais indicações para que ela seja bem-sucedida. Este artigo trata justamente sobre isso! Acompanhe.

O que é a fase de recria de bovinos de corte?

A fase de recria de bovinos de corte começa quando os animais são desmamados, com cerca de 7 ou 8 meses. Ela se estende até a idade de aproximadamente 2 anos, quando eles estão prontos para entrar na etapa de engorda. 

Durante esse estágio, os bezerros são separados das mães e inseridos em uma dieta de pasto e suplemento. O foco é que eles consigam desenvolver da melhor forma a sua musculatura e sistema imunológico. 

Inclusive, o equilíbrio da nutrição é imprescindível para o gado nessa fase. Afinal, é uma boa alimentação que melhora o desempenho na engorda e garante a produção de uma carne com máxima qualidade. 

Qual a sua importância?

O principal objetivo da fase de recria de bovinos de corte é maximizar os ganhos pecuários, antecipando o estágio de engorda. Ao realizar essa etapa corretamente, o animal estará nas condições ideais para ter um bom desempenho na terminação.

Mais que potencializar a lucratividade, essa etapa garante outras vantagens aos produtores. Por exemplo, um ciclo bem executado de recria e engorda otimiza o giro no estoque de gado que é mantido na propriedade entre os períodos de desmame e abate. 

Além de tornar a produção mais rápida, esse maior giro ainda favorece o aumento de suporte. Segundo dados divulgados pela Revista Agropecuária, com um rebanho mais leve, o sistema de recria consegue suportar cerca de 28% a mais de gado na mesma área.

Vale ressaltar que esses ganhos são somados à maior qualidade do produto final. Afinal, os bovinos recebem tudo o que precisam em termos de ambientação e nutrição para que entrem na fase de engorda da maneira mais adequada possível.

Como se não bastasse, a recria também aprimora a produtividade de todo o sistema de criação. Isso porque, seu manejo reduz a carga nas pastagens quando a forragem está em estado crítico nos períodos de seca.

Como ter sucesso nessa etapa?

Charolais beef cattle bull calves in a farm

O primeiro passo para a implementação correta da fase de recria de bovinos de corte é incluir o custo de ágio no seu planejamento. Ele diz respeito à diferença entre a arroba do bezerro e a arroba do boi magro ou gordo.

Isso porque, o preço do bezerro costuma ser maior se você considerar os valores absolutos. Por conta disso, é importante incluir o custo com ágio nos controles financeiros da produção. Assim, você garante que terá condições de repor os novos ciclos.

Outro ponto de suma importância é prezar pelo manejo sanitário da propriedade. Isso é essencial para prevenir doenças que comprometem o ganho de peso dos animais. O mesmo vale para proteger a qualidade do produto final e a saúde dos consumidores.

Portanto, mantenha a vacinação do gado sempre em dia. Além disso, preze pela correta higienização das instalações utilizadas pelos animais, administre vermífugos e suplementos contra parasitas, entre outras medidas.

Por fim, lembre-se que uma boa nutrição é a chave para que a fase de recria de bovinos de corte seja bem-sucedida. Ela precisa ser a sua maior prioridade, já que está diretamente ligada à otimização do desenvolvimento e à prevenção da perda de peso do gado.

Para isso, é necessário fornecer uma ração de altíssima qualidade e complementá-la com uma boa suplementação alimentar.

Otimize a fase de recria com a Agross!

bestmix - vagão misturador - agross do brasil

Os vagões misturadores da Agross do Brasil têm tecnologia de ponta, desenvolvida a partir de nossa vasta experiência sobre as demandas do campo. Com isso, eles oferecem os melhores padrões do mercado quando o assunto é alimentação animal. 

Com eles, você garante uma dieta balanceada para o rebanho, com máxima homogeneidade e uma mistura sob medida para as suas necessidades nutricionais. Além disso, nossos equipamentos são mais rápidos, práticos de usar, têm mais robustez e mecânica simplificada.

Otimize a fase de recria de bovinos de corte com a melhor tecnologia de nutrição animal do país! 

Entre em contato com a equipe da Agross para saber mais sobre a linha de vagões horizontais Bestmix e peça o seu orçamento. 

25 de julho de 2023
Tempo de Leitura: 4 minutos.
Conhecer as técnicas adequadas de recuperação de pastagens degradadas é essencial para todo pecuarista. Afinal,...
10 de julho de 2023
Tempo de Leitura: 5 minutos.

A implementação de compost barns tem sido uma alternativa cada vez mais valorizada pelos pecuaristas. 

Isso porque é um sistema capaz de melhorar significativamente o bem-estar e a saúde do rebanho, impactando diretamente na sua produtividade.

Quer entender como esse modelo funciona e quais são as suas vantagens? Confira os detalhes mais importantes neste artigo! Acompanhe e descubra também quais são as práticas recomendadas sobre como fazer um compost barns

O que é compost barns?

A pecuária de confinamento é uma solução adotada para garantir mais controle sobre o ambiente em que os animais ficam alojados. Sua finalidade é maximizar o potencial produtivo e garantir mais conforto para o gado, o que influencia na qualidade final do produto obtido.

Em meio aos diferentes modelos de confinamento, os compost barns são os que mais têm destaque em termos de saúde e bem-estar animal

Afinal, trata-se de um sistema formado por uma área coberta com uma cama de compostagem.

Essa cama é de uso comum para toda a criação. Ela fica separada do corredor de alimentação e é regularmente revolvida, a fim de manter a umidade e a temperatura sempre nos padrões adequados. 

O diferencial desse sistema é que a compostagem acontece ao longo do tempo com o material da cama e a matéria orgânica dos dejetos. Isso minimiza a emissão de gases nocivos e ainda produz um composto orgânico útil para a fertilização do solo.

Além disso, a grande vantagem está na redução do estresse do gado, que fica livre para caminhar no galpão e tem um espaço amplo para deitar-se sobre a cama. Abaixo, confira mais detalhes sobre os benefícios dos compost barns.

Quais as vantagens desse sistema?

Como você pôde ver, ao entender como fazer um compost barns e implementá-lo na sua propriedade, uma série de benefícios podem ser obtidos em relação aos demais sistemas de criação. Eles incluem:

  • Dados divulgados pela EducaPoint revelam que fazendas com compost barns têm apenas 7,8% das vacas com problemas de casco, enquanto as demais têm até 27,8%. Isso se deve à liberdade de movimentos e permanência em uma superfície macia
  • Os compost barns proporcionam um ambiente seco e macio para as vacas deitarem, o que ajuda a reduzir o estresse e lesões. Além disso, as vacas têm mais espaço para se moverem e podem escolher onde querem ficar no galpão;
  • Como os animais ficam menos expostos ao estresse e à umidade, o sistema também acaba reduzindo a incidência de doenças, principalmente a mastite e problemas respiratórios;
  • O sistema de compostagem é mais eficiente e também melhora a gestão dos resíduos da criação, minimizando o risco de contaminação ambiental e diminuindo a necessidade de limpezas diárias;
  • As vacas alojadas em compost barns tendem a produzir mais leite. O aumento médio é de 4 a 19 litros. Inclusive, a qualidade do produto também melhora, graças às melhorias na saúde e à redução no estresse dos animais;
  • Os compost barns ajudam a minimizar os indicadores CSS (Contagem de Células Somáticas) e CBT (Contagem Bacteriana Total) do rebanho. Isso reforça ainda mais a qualidade do leite;
  • Ainda em relação ao bem-estar e segurança dos animais, esse modelo de criação proporciona uma diminuição de 60% nos custos de farmácia na fazenda, de acordo com informações da Prodap.

Como se não bastasse, o modelo facilita a introdução de manejos que diminuem o retrabalho e garante uma rotatividade menor de mão de obra. No item seguinte, veja como fazer um compost barns na sua propriedade.

Como fazer um compost barns?

Depois de conhecer os benefícios desse sistema, você deve estar se perguntando como fazer um compost barns. Veja quais são as principais práticas e requisitos para implementá-lo na sua fazenda:  

Barracão 

O barracão onde fica o gado precisa ficar em uma área com boa circulação de ar. Recomenda-se que a construção seja feita em um lugar onde seja possível expandir futuramente, caso necessário.

Quanto ao sentido do crescimento do galpão, ele sempre deve ser longitudinal. Também é ideal que a obra seja feita no sentido leste – oeste. Assim, você se certifica de que a entrada de luz solar será reduzida. 

Cama 

Para garantir que a cama esteja sempre seca, seu tamanho precisa ser proporcional ao número de animais no rebanho. Quanto mais vacas sobre ela, maior a compactação e problemas de umidade, devido ao tráfego do gado e à produção de urina e esterco.

Para que a cama seja mantida no lugar adequado, a parede deve ser construída com uma profundidade de 60 cm.

Telhado

Já o telhado precisa ter inclinação de 30% a 33%. Essa é uma medida que faz com que o ar quente produzido dentro do barracão seja escoado para fora. Trata-se de um processo conhecido como “Efeito Chaminé”.

Você também precisa se certificar de que não ocorra a entrada lateral de chuva e nem incidência excessiva de sol. Para isso, toda a extensão do barracão precisa ter um beiral com medidas de 2,5 cm a 3 cm.

Bebedouros

Uma hidratação adequada é essencial para a saúde e bem-estar das vacas. Por isso, cada lote precisa ter, no mínimo, 2 bebedouros. Além disso, cada animal precisa ter 10 cm lineares disponíveis. 

A fixação dos bebedouros deve ficar a 80 cm do chão em pontos onde o piso seja impermeável. Além disso, recomenda-se colocá-los na parede que separa a cama do corredor de alimentação.

Manejo 

Em relação ao manejo, certifique-se de limpar os bebedouros uma vez ao dia. Já a cama precisa de substratos de qualidade, como serragem, maravalha, cascas de café ou de amendoim.

Abaixo da superfície da cama, a temperatura deve ser de 45 e 50°C, para que ela se mantenha seca. Sobre ela, é preciso manter uma ventilação com ventos de 2,5 m/s. Já o valor ideal para a umidade é de 30% a 45%. 

Corredores 

compost barn - alimentação do gado - agross do brasil

Por fim, o corredor de alimentação onde as vacas comem de pé deve ter 4 m de largura e de 65 cm a 75 cm de linha de cocho. Por sua vez, o corredor de serviço, que serve para retirar as vacas para ordenha e manejo, deve ter 2,5 m de largura.

Também é necessário construir o corredor de alimentação, que é onde passa o trator que deposita a dieta dos animais. Ele pode ser central, com cochos dos dois lados, e ter de 5,5 a 6 m de largura.

Outra opção é o corredor lateral, em que se deposita a comida em só um dos lados, com largura de 3 m a 3,5 m. Para que o alimento fique 10 cm acima do casco da vaca, uma mureta deve separar o corredor e a pista de alimentação (55 cm do lado interno e 45 cm no externo).

Com as linhas de nutrição Agross, você simplifica e agiliza o despejo dos alimentos e ainda garante uma nutrição mais equilibrada e sempre homogênea para o seu gado. 

Agora que você já sabe o que é compost barns, entre em contato e conheça nossos vagões misturadores.

12 de junho de 2023
Tempo de Leitura: 3 minutos.

Com os constantes avanços da tecnologia e o surgimento de práticas de manejo cada vez mais avançadas no campo, a pecuária moderna tem se tornado uma tendência crescente no mercado de criação animal.

Seu objetivo é agregar padrões maiores de eficiência e produtividade, a fim de atender a crescente demanda por alimentos de origem animal de maneira ainda mais produtiva, lucrativa e sustentável.

Mas afinal, como a pecuária moderna se caracteriza? Quais suas principais tendências? Como ela pode beneficiar minha propriedade? A seguir, confira os detalhes mais importantes que você precisa saber sobre o assunto.

O que é pecuária moderna?

A pecuária moderna, como o próprio nome sugere, consiste no uso de técnicas avançadas e de recursos tecnológicos voltados à otimização da produção de carne, leite e outros produtos animais.

Como citamos, ela visa tornar os processos de criação mais precisos e eficientes. Isso impacta diretamente na sua produtividade e lucratividade. Além disso, graças ao maior controle e otimização das operações, elas também se tornam mais sustentáveis.

Esses ganhos podem ser obtidos por meio de inúmeras práticas. Elas incluem desde o controle nutricional dos animais, até o melhor aproveitamento dos espaços de criação, técnicas de reprodução, recursos voltados à saúde e bem-estar animal, e assim por diante.

Basicamente, a diferença entre a pecuária moderna e tradicional está nos índices de produtividade. Isso porque, a primeira engloba ações coordenadas para um manejo mais eficiente do gado. Já a segunda tem padrões de controle, sanidade e qualidade ocasionais.

Quais suas principais tendências?

A pecuária moderna não diz respeito somente a um padrão produtivo. Na verdade, ela pode englobar diversas técnicas, que variam conforme cada propriedade, seus objetivos e recursos disponíveis. 

Independentemente das ferramentas ou processos utilizados, o objetivo é sempre potencializar a produtividade e a qualidade do produto final. Entre as principais tendências da área, destacam-se:

  • Sistemas de gestão: por meio de sistemas e aplicativos específicos, é possível ter mais controle sobre o gado e suas áreas de criação, controlando aspectos como alimentação, sanidade e reprodução de maneira mais precisa;
  • Recursos de monitoramento: para monitorar o gado e suas demandas, é possível utilizar brincos eletrônicos e sensores móveis, que disponibilizam informações em tempo real para que o pecuarista faça todo o controle no sistema;
  • Contratações sob demanda: dependendo da fase de criação, a propriedade pode depender de mais ou menos peões. Por isso, a contratação de diaristas é crescente na pecuária moderna, pois economiza em mão de obra sem comprometer a produtividade; 
  • Bem-estar animal: as práticas de manejo focadas na qualidade de vida do gado são essenciais para prevenir doenças, agregar qualidade ao produto final e atender à demanda dos consumidores por criações conscientes;
  • Estratégias de nutrição: por meio de rações e suplementos nutricionais específicos, a alimentação do gado é focada em um maior desempenho produtivo, na saúde dos animais, na redução de custos e otimização da rentabilidade;
  • Maior produção por hectare: o Brasil tem diversas áreas agricultáveis. Contudo, muitas estão degradadas pelo mau uso da terra. Para otimizar o uso de pastos para a criação de rebanhos, a pecuária moderna também foca em práticas de recuperação de solo.

Para maximizar resultados e garantir uma produção mais competitiva, os pecuaristas têm diversos recursos à disposição, capazes de garantir um maior controle e monitoramento da propriedade, bem como um melhor aproveitamento de recursos.

Por que a pecuária moderna é vantajosa?

pecuária moderna - agross do brasil

Como você pôde ver, a pecuária moderna pode agregar uma série de benefícios. Por isso, é essencial ficar atento aos seus avanços. Assim, você consegue avaliar os recursos que já pode implementar na sua propriedade.

Afinal, com ela, há um aumento significativo na eficiência produtiva, rentabilidade, na redução de custos, na melhoria da qualidade dos produtos e até na valorização do bem-estar animal e da sustentabilidade. 

Mais que um diferencial competitivo, a modernização da pecuária é um processo contínuo. Ou seja, ela já está ditando os novos padrões do mercado. Ou seja, não há mais espaço para negligenciá-la.

Se você quer aderir aos principais avanços do setor, comece pela otimização da nutrição do seu rebanho. Com uma boa suplementação, você otimiza a produtividade do gado, seus padrões de saúde, qualidade de vida e a própria excelência do produto final.

A Agross é referência no assunto e oferece uma linha completa de nutrição. Com nossos misturadores, você garante uma ração mais homogênea e adequada às demandas específicas do seu rebanho.

Quer dar o primeiro passo para desfrutar dos benefícios da pecuária moderna? Entre em contato com a equipe da Agross! Estamos à disposição para apresentar todos os diferenciais das linhas Bestmix, Turbomix e Nitromix.

5 de junho de 2023

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Produtos em Destaque

Kit Plantio Tornitec Agross

Menos trabalho e mais rentabilidade no campo

Vollverini

Descompactador Giratório para Agricultura