(54) 3324-3666

Postagens da categoria:

pecuária

O plantio direto está cada vez mais popular entre os agricultores que buscam um futuro mais sustentável e produtivo, porém, também há desafios no plantio direto.

Você já se pegou pensando se seria melhor optar pelo sistema de plantio direto ou se pelo modo convencional? Saiba que essa é uma dúvida frequente de muitos produtores rurais, sejam grandes ou pequenos. 

Neste artigo, você vai entender sobre como funciona essa técnica de plantio, qual a sua diferença entre os demais e os principais desafios no plantio direto.

Benefícios e Desafios

O que é o plantio direto?

O plantio direto é uma técnica agrícola que tem transformado a maneira como as culturas são cultivadas. Em contraste com os métodos tradicionais de plantio, que envolvem a aração e o preparo intensivo do solo, o plantio direto se destaca pelo seu enfoque na conservação do solo e dos recursos naturais, minimizando a perturbação do solo e mantendo a cobertura vegetal existente.

Qual a diferença entre o plantio direto em relação aos outros?

A grande diferença do plantio direto em relação a outros métodos, é o seu cuidado com a preservação do solo, na redução da erosão, na melhoria da qualidade do solo e na eficiência do uso da água. 

Ou seja, em vez de revolver o solo, o plantio direto apenas cria uma pequena abertura para a colocação da semente, permitindo que a palha ou os restos de culturas anteriores permaneçam na superfície do solo. Desta forma, cria uma camada protetora que ajuda a reter a umidade, evita o escoamento de água e protege o solo contra a erosão.

Principais desafios

No entanto, também há desafios no plantio direto. Um dos principais é a gestão da cobertura vegetal, uma vez que a presença de palha pode dificultar o estabelecimento de algumas culturas.

Entre os principais desafios, são: 

  • Falta da uniformidade da calagem na lavoura
  • Excesso de palha no solo
  • Baixa profundidade de calagem uniforme em toda a lavoura
  • Pouco enraizamento central, lateral e da raiz pivotante

Além disso, a compactação do solo é uma preocupação, uma vez que a ausência de aração pode levar à compactação em camadas mais profundas.

Embora enfrente desafios específicos, suas vantagens em termos de sustentabilidade, economia de recursos e redução da erosão fazem dele uma prática cada vez mais popular entre os agricultores que buscam um futuro mais sustentável e produtivo para a agricultura.

Além disso, encontrar meios para facilitar o trabalho realizado na lavoura pode ser um desafio, mas o avanço tecnológico e as melhorias em máquinas e equipamentos vem tornando este processo mais próximo ao produtor rural.

A seguir, conheça os benefícios e diferenciais do Kit Plantio Tornitec da Agross, e veja como ele pode contribuir para superar os principais desafios da sua propriedade.

Conheça os benefícios do Kit Plantio Tornitec Agross

O Kit Plantio Tornitec é um conjunto mecânico que conta com incorporador de adubo encostado ao disco, que serve para substituir os atuais sulcadores e discos duplos nas plantadeiras.

Com ele, você garante máxima produtividade nas suas culturas em qualquer tipo de terreno, inclusive nos solos pedregosos.

Este implemento foi desenvolvido para evitar o envelopamento da semente e o embuchamento da palhada. Além disso, ele elimina o problema gerado pelos torrões nos sulcos de plantio, também reduzindo desgastes e a necessidade de manutenções mecânicas.

Para contribuir ao máximo com o rendimento e rentabilidade da sua lavoura, seus principais diferenciais incluem:

  • Mais uniformidade na profundidade das sementes;
  • Maior absorção de água e resistência contra secas
  • Germinação uniforme e sem torrões;
  • Fantástico corte de palhada, inclusive na cana e nas palhadas densas
  • Menor potência do trator e economia de combustível;
  • Demanda reduzida por manutenções.

O Kit Plantio Tornitec pode superar os principais desafios no plantio direto, além de maximizar a rentabilidade da sua lavoura.

 Acesse agora a página do implemento para saber mais e peça o seu orçamento.

5 de janeiro de 2024

Quando tratamos sobre como aumentar a produção de leite em vacas, uma série de cuidados devem ser adotados pelos produtores.

Afinal, para ter animais saudáveis e produtivos, é essencial fornecer um ambiente confortável e seguro, prezar pelo manejo adequado, prevenir o estresse e a propagação de doenças, cuidar da vacinação e desparasitação, manter boas práticas de manejo e higiene, e assim por diante.

Entretanto, acima de todos esses cuidados, a nutrição bovina se destaca como o ponto de maior importância para ter um rebanho leiteiro de alto desempenho.

Mas afinal, por que a alimentação dos animais é o ponto-chave para aumentar os lucros da criação? Como otimizá-la na minha propriedade? Neste artigo, você vai descobrir como aumentar a produção de leite em vacas na prática com as tecnologias exclusivas da Agross!

Como aumentar a produção de leite em vacas: qual a importância de uma dieta balanceada?

Como afirmamos logo acima, o fornecimento de uma dieta balanceada é a melhor resposta para como aumentar a produção de leite em vacas.

Afinal, uma boa alimentação garante todos os nutrientes necessários para fortalecer o sistema imunológico, diminuir a incidência de doenças e agregar mais resistência contra estresses ambientais. Isso melhora a capacidade de produzir leite em maior quantidade e qualidade.

Além disso, uma dieta de qualidade fornece o volume certo de fibras, carboidratos fermentáveis e nutrientes. Isso é essencial para manter um pH adequado no rúmen. O resultado é uma melhor utilização dos nutrientes e maior produção de leite.

Tenha em mente que vacas estressadas têm mais chances de diminuir a ingestão de alimentos e, consequentemente, a produção de leite. Diante disso, um ambiente alimentar adequado também proporciona conforto, segurança e maior bem-estar.

Nesse sentido, animais alimentados com uma dieta balanceada têm mais energia e se sentem mais satisfeitos. Isso contribui para uma melhor disposição, comportamento mais tranquilo e ainda menos estresse. 

Como se não bastasse ser a resposta para como aumentar a produção de leite em vacas, uma boa alimentação ainda impacta na reprodução do rebanho. 

Isso porque, vacas com uma dieta desequilibrada podem ter ciclos irregulares, diminuição da taxa de concepção e maior incidência de abortos. Ao garantir uma boa nutrição, é possível maximizar a taxa de concepção e manter uma criação mais saudável.

Por fim, fornecer os alimentos necessários e nas composições adequadas é uma forma de estimular a síntese de leite nas glândulas mamárias. Além disso, a disponibilidade certa de nutrientes é capaz de maximizar o potencial genético dos animais.

Todas as vantagens apresentadas podem ser potencializadas com o uso de boas tecnologias. Esse é o caso do vagão TurboMix da Agross! Abaixo, conheça na prática suas vantagens.

Na prática, como o vagão Turbomix da Agross consegue otimizar a dieta do rebanho?

Independentemente da dureza da fibra da forragem, o vagão Turbomix é capaz de picar e misturar qualquer tipo de volumoso de forma simples e eficiente. Graças ao mexedor interno, a mistura fica equilibrada e sem danos no tamanho da partícula dos alimentos. 

Além disso, o seu sistema de descarga facilita a remoção dos alimentos, sem deixar restos de dieta total. Ao fornecer uma alimentação balanceada, homogênea e adequada, ele contribui significativamente para uma produção de leite mais eficiente. 

A produtora Cleonice Fredrich, da propriedade AgroFredrich, confirma na prática as vantagens do equipamento: “Quando adquirimos a máquina da Agross, mudou totalmente a dieta das vacas”. 

Ela também afirma: “Antes, a gente tinha dificuldade na nutrição dos animais. Isso porque, havia muita acidez no rúmen das vacas e problemas de reprodução. O rebanho estava precário”

Depois de implementar o vagão TurboMix, Cleonice percebeu melhoras importantes no desempenho das vacas: “A gente vê que elas estão mais dispostas e comem melhor. A produção de leite aumentou em torno de 3,5 litros a 4 litros por vaca-dia”. 

Quanto aos resultados atuais, ela ainda diz: “A gente tem 51 vacas em lactação produzindo super bem. Produzimos uma média de 36 a 37 litros por dia. Os animais estão sadios e tranquilos. Temos uma produção muito boa depois que adquirimos a máquina da Agross”.  

Mesmo que o equipamento seja robusto e de fácil manutenção, a assistência também é destaque: “Eu indico a Agross do Brasil porque a assistência pós-venda é excepcional. Quando a gente precisa, é só ligar que eles logo estão aqui no pátio para nos ajudar”.

Viu porque o vagão Turbomix pode ser a sua melhor resposta de como aumentar a produção de leite em vacas

24 de outubro de 2023
A maior feira agropecuária do continente é uma oportunidade sem igual para você acompanhar as...
24 de agosto de 2023

Disponibilizar uma dieta para bovinos adequada às necessidades da criação é certamente uma das tarefas mais importantes em todo o sistema de criação de gado. 

Afinal, uma alimentação balanceada afeta diretamente a qualidade e produtividade do rebanho. 

Isso sem falar que os gastos com alimentos representam a maior parte dos custos de produção, tornando essencial um planejamento alimentar assertivo e criterioso para evitar desperdícios. 

Deste modo, considerando a importância de saber como formular dieta para bovinos, criamos este artigo para ressaltar a sua importância e apresentar as etapas essenciais para formulá-la da maneira correta. Acompanhe.

Qual a importância de uma dieta para bovinos bem estruturada?

Formular uma dieta para bovinos adequada está entre as demandas mais importantes de todo o sistema produtivo na criação de animais.

Em primeiro lugar, uma alimentação adequada influencia na saúde do rebanho, na sua qualidade reprodutiva e na produtividade obtida em relação ao produto final.

Ao mesmo tempo, os gastos com alimentos representam mais de 70% dos custos totais da produção de gado, segundo dados divulgados pelo portal CTP

Ou seja, é essencial garantir que o planejamento alimentar seja assertivo e criterioso, a fim de evitar desperdícios.

Portanto, conhecer as exigências nutricionais dos bovinos e promover um manejo nutricional eficaz é essencial, tanto para potencializar a produção, quanto para torná-la mais viável. 

Para que isso seja possível, veja abaixo como formular dietas para bovinos adequadamente.

Como formular dietas para bovinos

A formulação da dieta para bovinos começa no entendimento das exigências nutricionais da criação, passa pelo correto balanceamento dos ingredientes e termina no controle correto da quantidade de alimentos disponibilizada.

Logo, considerando as variáveis de cada rebanho, o ideal é não utilizar receitas prontas, mas elaborar uma estratégia nutricional personalizada com base nas seguintes etapas:

Compreenda as demandas nutricionais do rebanho

O primeiro passo para saber como formular dieta para bovinos é saber exatamente a quantidade de nutrientes que o gado precisa consumir em cada fase da criação, seja no crescimento, reprodução ou produção. 

Cada animal possui uma exigência nutricional diferente. Afinal, uma vaca em lactação não deve ser alimentada da mesma forma que um boi de corte, por exemplo, assim como um garrote e uma novilha precisam de rações diferentes. 

Todo bovino precisa de água, proteínas, minerais, vitaminas e nutrientes. Porém, a proporção com que eles devem ser disponibilizados variam de acordo com as suas características, como:

  • Raça;
  • Categoria;
  • Idade;
  • Peso vivo;
  • Estado fisiológico;
  • Fatores ambientais;
  • Nível de produção desejada.

Hoje, os produtores podem utilizar tabelas especiais para determinar as exigências alimentares diárias para cada tipo de rebanho e fórmulas para estimar o consumo dos alimentos. As mais usadas no Brasil são desenvolvidas pelo National Research Council (NRC), dos EUA.

Conheça as fontes de alimentos e sua composição nutricional

Considerando as demandas nutricionais avaliadas na etapa anterior, é preciso definir as fontes alimentares que serão utilizadas na dieta para bovinos

A prioridade é garantir ingredientes de altíssima qualidade nutricional. Para isso, é importante pesquisar a composição de cada alimento e submeter amostras a análises nutricionais, a fim de assegurar sua excelência.

Lembre-se que o preço também é um fator de suma importância. Nesse sentido, investir em fontes locais pode ser uma boa opção para poupar no transporte e armazenamento. Dependendo da região em que você está, é possível adquirir subprodutos da agroindústria.

Definida a fonte alimentar, conheça seu teor de nutrientes e seu custo total para calcular o custo unitário dos nutrientes, em especial das proteínas e energia. 

Esse cálculo pode ser realizado ao dividir o preço de 100 kg de alimento (p) por 100 vezes a porcentagem de matéria seca do alimento (pm) multiplicada pela porcentagem do nutriente (pn) ou base seca. A fórmula é a seguinte:

  • CUN = p / 100 x pm x pn

O objetivo desse cálculo é garantir que as vantagens econômicas do alimento escolhido não prejudiquem o desempenho do rebanho. Basicamente, aquele que tiver um menor custo precisa ser utilizado em maiores quantidades para se obter uma boa lucratividade.

Entenda como manter os ingredientes bem balanceados

Os ingredientes utilizados na dieta para bovinos variam de acordo com o tipo de criação animal, sua categoria e com as próprias condições ambientais, estação do ano, etc.

Em todos os casos, é preciso prezar pelo balanceamento correto. A base são os volumosos, que têm alto teor de fibra, mas valor energético baixo. Os mais utilizados no Brasil incluem a silagem de milho, capim, sorgo, cana-de-açúcar, além do próprio pasto.

Contudo, só os volumosos não conseguem atender às necessidades nutricionais do gado. Junto deles, é preciso incluir os concentrados, que são suplementos com baixo teor de fibras e alto valor energético. 

Dos insumos mais usados nos concentrados, destacam-se o arroz, trigo, mandioca, soja, farelo de girassol e grãos de cereais. Além disso, eles são compostos de suplementos vitamínicos, energéticos, minerais e protéicos.

Atualmente, há diversos métodos e cálculos para o balanceamento das rações. Independente da solução utilizada, que inclusive pode ser computadorizada, você precisa seguir algumas etapas básicas. São elas:

  • Considerar as demandas nutricionais do rebanho e fazer um levantamento dos alimentos disponíveis;
  • Relacionar a composição e valor energético desses alimentos de acordo com os nutrientes de interesse;
  • Balancear a ração para a energia e proteína bruta, verificando ao final se todas as exigências nutricionais dos animais foram atendidas.

Nesse processo, tenha em mente que a resposta para como formular dieta para bovinos exige saber balancear os volumosos e concentrados junto de sal mineral e bastante água.

Controle a quantidade da dieta para bovinos

Mais que escolher os alimentos certos e balanceá-los adequadamente, também é essencial conhecer as quantidades ideais de dieta para bovinos.

Isso porque, alimentos em excesso ou falta podem afetar o metabolismo dos animais, prejudicando seu desempenho, e até gerar problemas de saúde. Para isso, recomenda-se a realização da leitura de cocho.

Com o apoio de um profissional treinado, essa ação consiste em analisar visualmente e registrar o consumo da ração ofertada, assim como o comportamento ingestivo da criação. 

A partir dessa observação, é possível ajustar a quantidade de ração fornecida e garantir um melhor aproveitamento nutricional. Além de melhorar o desempenho do rebanho, esse cuidado também otimiza custos, já que elimina desperdícios.

No caso dos rebanhos em confinamento, o ideal é dividir a dieta em 4 ao longo do dia. Pois o cocho precisa estar mais vazio nos horários mais quentes, e vice-versa.

O último trato deve ser aquele com a maior quantidade de ração. Segundo a referência citada anteriormente, aproximadamente 40% do alimento precisa ser reservado para esse momento. Isso porque, o dia estará mais fresco e o gado só receberá outro trato no dia seguinte.

Com os Vagões Misturadores Agross, você garante uma dieta sempre balanceada para o seu rebanho. 

Além de promover uma mistura perfeitamente homogênea, nossa tecnologia permite traçar uma nutrição sob medida para as necessidades dos animais. Tudo com um controle preciso dos ingredientes e distribuição uniforme nos cochos.

Agora que você já sabe como formular dieta para bovinos, garanta toda a qualidade, precisão e praticidade que só a Agross oferece! 

Entre em contato para saber mais sobre as linhas Bestmix, Nitromix e Turbomix e garanta o seu orçamento.

22 de agosto de 2023

A Agross do Brasil convida você a participar conosco da Agroleite 2023! Então, que tal aproveitar as novidades e oportunidades que só a maior vitrine do setor leiteiro na América Latina oferece? 

  • Localização: Parque de Exposições Dario Macedo
  • Data: 08 a 11 de Agosto 
  • Estande: W5

Neste artigo, você verá por que vale a pena participar desse grandioso encontro, as atrações esperadas para esta edição e como nossa equipe está se preparando para receber você.  

Conheça a Agroleite 2023

Realizada na cidade de Castro (PR), que é conhecida como a Capital Nacional do Leite, a Agroleite 2023 é um evento técnico com enorme relevância para toda a cadeia produtiva do setor.

Considerado a maior vitrine leiteira da América Latina, o evento visa demonstrar o potencial deste mercado. Com isso, atrai milhares de visitantes a cada edição.

As discussões sobre genética, alimentação, qualidade animal, qualidade do leite e tecnologias são realizadas em fóruns, seminários internacionais e painéis. Aliás, em cada ação, são abordados temas essenciais para o segmento 

Além disso, a programação ainda inclui exposições de animais, torneio leiteiro, leilões, dia de campo, clube de bezerras e demonstrações de máquinas.

Os números das edições anteriores são impressionantes. Afinal, foram mais de 75 mil visitantes, 700 animais e a participação de 259 empresas. Com isso, a Agroleite movimentou cerca de R$ 78 milhões em negócios. 

Participar do evento proporciona uma excelente fonte de informação e networking, permitindo que sua empresa encontre clientes e produtores do principal polo leiteiro do país em apenas 5 dias. 

Prestigie a Agross durante o evento

vollverini - descompactador de solo - agross do brasil

A Agroleite 2023 também também será uma oportunidade única para você acompanhar lançamentos de produtos e serviços, exposições de novas tecnologias e testar pessoalmente os diferenciais dos melhores equipamentos do setor.

Sabendo disso, a Agross do Brasil está preparando uma demonstração completa dos seus produtos. Assim, você poderá ver de perto nossos diferenciais e certificar-se de que nossa tecnologia realmente poderá transformar a sua produção.

Atualmente, nossos implementos são referência no mercado nacional por sua eficiência, durabilidade e fácil operação. Entregamos o que há de melhor em termos de nutrição animal e desempenho agrícola.

Assim, nossas principais linhas são:

  • Turbomix: misturadores de alta performance operacional e nutricional para seu rebanho;
  • Nitromix: misturadores que oferecem menos trabalho e mais rentabilidade no campo;
  • Vollverini: descompactador rotativo de solo com exclusivo sistema de Rolo Faca;
  • Kit Plantio Tornitec: conjunto mecânico que agrega facilidade e mais produtividade.

Aproveite as oportunidades da Agroleite 2023 e surpreenda-se com as inovações da Agross do Brasil visitando o estande W5.

E, caso você tenha dúvidas ou queira mais informações, nossa equipe está à disposição para te atender.

9 de agosto de 2023
Conhecer as técnicas adequadas de recuperação de pastagens degradadas é essencial para todo pecuarista. Afinal,...
10 de julho de 2023

Produtos em Destaque

Kit Plantio Tornitec Agross

Menos trabalho e mais rentabilidade no campo

Vollverini

Descompactador Giratório para Agricultura